POLÍCIA MILITAR PRENDE 326 PESSOAS NA OPERAÇÃO SÃO PAULO MAIS SEGURO EM PREVENÇÃO A ATAQUES DO PCC

15/02/2019

Por Marcelo Neves

Imagem: Polícia Militar

Da manhã de quarta-feira (13), até a madrugada desta quinta-feira (14), 326 pessoas foram presas pela Polícia Militar em ações montadas em pontos tidos como "estratégicos" de todo o Estado. O intuito da operação foi evitar ataques em decorrência da transferência de Marco Williams Herbas Camacho, o Marcola, e mais 21 lideres da Facção PCC.

Na quarta-feira (13), a Polícia Militar desencadeou em todo o Estado de São Paulo a Operação São Paulo Mais Seguro, visando garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e inibir a prática de crimes. A Operação São Paulo Mais Seguro, que faz parte da estratégia do Comando da Instituição e objetiva ampliar a ação de presença, foi encerrada em todo o Estado às 04h de hoje (14).

Publicidade. Continua após anúncio

Foram empregados em todo o Estado de São Paulo 21.934 policiais militares, 8.104 viaturas (carros, motocicletas, bases comunitárias móveis) e 13 aeronaves em 3.362 pontos de ações policiais. Graças às ações do policiamento preventivo e ostensivo, e ao trabalho conjunto com a comunidade, dentro da filosofia de polícia comunitária, foram obtidos os seguintes resultados:

Efetivo: 21.934

Viaturas: 8.104

Aeronaves: 13

Pontos do Estado: 3.362

Pessoas abordadas: 66.987

Prisões/Apreensões: 226

Procurados Capturados: 100

Veículos vistoriados: 33.099

Veículos recuperados com queixa de roubo/furto: 64

Multas de etilômetros (art. 165 e 165A da CTB): 49

Armas apreendidas: 16

Drogas apreendidas (Kg): 97

Publicidade. Continua após anúncio

A ação preventiva continuou nesta quinta-feira. "As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos. Houve reforço do policiamento em rodovias, terminais de ônibus e aeroportos", informa a secretaria, por meio de nota.

A ação foi intensificada devida a transferência de 22 lideres do PCC, inclusive o Marcola, alguns áudios de supostos integrantes da Facção PCC rolaram pelas redes do WhatsApp simulando conversas de avisos para membros desta facção ficarem com os telefones ligados para aguardarem chamado para prováveis ataques, porém, nada foi confirmado e o Setor de Investigações da PM e PC estarão investigando cada áudio para chegar até o autor. 

Publicidade. Continua após anúncio

Desde o começo do ano, quando assumiu o governo do estado, o governador João Doria vem intensificando o policiamento com ações afirmativas na prevenção ao crime, na última semana em coletiva de imprensa, anunciou a criação de mais quatro Batalhões do BAEP com padrão ROTA, e suas falas estão fortes quando se trata de bandidos que enfrentam a polícia, ele deixa bem claro que o bandido que trocar tiro com a polícia, a polícia vai atirar para colocar no cemitério. Ele defende também que o preso não seja trazido para as audiências, que sejam feitas por teleconferências, hoje, o efetivo empregado na condução do preso até o tribunal por mês é de seis mil homens, várias viaturas e muita gasolina gasta.

Quer fazer bons negócios?