GRIPE CANINA - SAIBA O QUE É E QUAIS PREVENÇÕES SE DEVE TER COM SEU PET

18/06/2019

Há pouco mais de 1 mês para a chegada do inverno, e os dias cada vez mais gelados e secos, é hora de dar atenção especial à saúde dos pets, já que a estação mais fria do ano traz consigo as infecções respiratórias. E assim como acontece com os humanos, a chegada dos dias frios deixa os cães mais vulneráveis a estas doenças.

Publicidade.

A Gripe Canina, conhecida também como Tosse dos Canis (Traqueobronquite Infecciosa Canina), é uma síndrome respiratória complexa, que pode afetar cães de todas as raças, desde filhotes até idosos.

É altamente contagiosa, e a transmissão acontece por meio de vírus ou bactérias quando um cachorro doente entra em contato com um saudável, seja de forma direta ou pelo ar, secreções respiratórias e compartilhamento de vasilhas e brinquedos contaminados. Dessa forma, se você tem um grupo de cães em casa e um deles fica gripado, é provável que os outros também fiquem.

Semelhante à gripe dos humanos, os sintomas da gripe canina são espirros, falta de apetite, febre e tosse, seca ou com secreção. Muitos proprietários relatam que o animal parece estar engasgado. Quando não tratada, a doença pode causar complicações, como pneumonia, ou até mesmo levar à morte do pet, especialmente se for filhote ou estiver debilitado. Ao notar qualquer um desses sintomas, o veterinário de sua confiança deve ser consultado.

Por isso, a vacinação é a medida mais efetiva de prevenção para garantir a saúde do seu melhor amigo, não só durante o inverno. É fundamental imunizá-lo precocemente, a partir dos dois meses de idade, antes que ele entre em contato com os agentes causadores da doença. A aplicação da vacina deve ser feita anualmente. A medida protege não somente contra o desenvolvimento da doença grave, como também reduz a disseminação dos agentes transmissores no ambiente - o que é essencial para quem tem mais de um cão.

Dra. Aryella C. D. Santos

Médica Veterinária

Publicidade.