BANDIDO SE PASSA POR CLIENTE, ROUBA E MATA CABELEIREIRA NO CAMPESINA, EM OSASCO

28/12/2018

Por Marcelo Neves

Cabeleireira é morta a tiro durante assalto a salão em Osasco, na Grande São Paulo. Executada com um disparo, Ana Beatriz Lucas, de 24 anos, havia acabado de cortar o cabelo do bandido que a matou.

O crime ocorreu na noite desta quinta-feira (27), dentro do Salão Unique, localizado sobre uma loja de som e acessórios para carros, na Vila Campesina, próximo à prefeitura da cidade.

O estabelecimento já estava fechando quando um homem surgiu e pediu para cortar o cabelo. Apesar do horário, o proprietário do estabelecimento, que também é dono da loja no térreo, autorizou o serviço.

Assim que Ana Beatriz terminou o corte, o desconhecido sacou uma arma e anunciou o assalto, rendendo todos que ali se encontravam. Depois de entregar dinheiro e celulares, os funcionários foram obrigados a retirar os cadarços dos tênis, com os quais foram amarrados pelo próprio dono do salão, único que não foi imobilizado.

Em seguida, o assaltante, insatisfeito com o dinheiro obtido, passou a exigir que o empresário apontasse o cofre do estabelecimento, mas ele afirmou que ele não havia existia. Irritado, o criminoso informou que, se o cofre não fosse revelado, mataria um dos reféns.

Como não obteve resposta, ele pegou a cabeleireira Ana Beatriz e a levou até a copa, onde a matou com um tiro na boca. Após atirar, o bandido fugiu.